Saiba como checar os antecedentes do veículo antes de fechar o negócio

https://denatran.serpro.gov.br


Comprar um carro usado é, normalmente, muito mais barato do que adquirir um novo. Mas, às vezes, o barato pode sair caro. Para não ter nenhuma dor de cabeça com a transação, o comprador pode se proteger de algumas maneiras. Uma delas é checar os registros do veículo para ter certeza de que não está comprando um carro com ocorrências de furto ou roubo ou até com multas ativas.

Uma das maneiras de checar os antecedentes de qualquer veículo é por meio do site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Com o código do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e o número do CPF ou CNPJ do proprietário do veículo, o usuário consegue ter acesso às informações do carro e descobrir se ele tem alguma restrição ativa, multas que ainda não foram pagas ou se o automóvel é fruto de roubo ou furto.

Para isso, basta entrar no portal de consultas do Denatran e selecionar a opção "consulta veículo" no menu lateral. Lá, o usuário deverá informar o número do Renavam e o CPF ou CNPJ do proprietário para ter acesso às informações.

Os sites do Departamento de Trânsito (Detran), que variam de Estado para Estado, também oferecem consultas aos antecedentes dos veículos. Para isso, o interessado deve saber em qual região o carro está registrado, o número do Renavam e a placa. Por lá, também é possível ver a situação de licenciamento do veículo.

Para quem prefere fazer todo o trabalho à moda antiga, as unidades físicas do Detran também oferece o mesmo serviço. Para isso, basta ter em mãos os mesmos dados necessários para a consulta online.

Alguns portais estaduais do Detran, como o do Distrito Federal, também oferecem outro serviço de proteção para quem vai comprar um carro semi-novo: o de consulta aos sinistros do veículo. Apesar de o Detran determinar que seja indicado no documento se o automóvel já sofreu um grave sinistro, é possível checar a informação online. Com a placa e o número do chassi, o usuário consegue saber se o veículo já foi batido ou já teve perda total.

Todos os serviços oferecidos pelos portais do Denatran e Detran são gratuitos e úteis para proteger o comprador em negociações de veículos usados, uma vez que o novo automóvel também assumirá as multas e ocorrências criminais ainda ativas.


Fonte: Ig